“Depois de uma certa idade é temerário fazer aniversário. Que agonia! Todo ‘parabéns’ soa, mesmo dito numa boa, como ironia”, escreve Luis Fernando Verissimo em trecho do livro As Mentiras que as Mulheres Contam. Com 80 anos completados ontem, ele parece nem ter visto o tempo passar. “A gente se distrai e, quando vê, está com 80 anos. Deveria haver um curso pre...

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários