Magazine

Como sinal de fé e gratidão, peregrinos sobem Serra do Estrondo nesta quinta-feira

Tradição em Paraíso do Tocantins já dura 58 anos

Secom Paraíso/ Divulgação
Subida da Serra do Estrondo, em Paraíso do Tocantins

Com 58 anos de tradição, os peregrinos enfrentam uma subida íngreme até o alto da Serra do Estrondo para chegar a Capela de Santa Cruz em Paraíso do Tocantins, município a 63 km de Palmas. A subida do cartão postal da cidade é realizada anualmente na Semana Santa, que começou na noite desta quinta-feira, 29, e segue ao longo do dia da sexta-feira, 30, data da Paixão de Cristo.

Além da demonstração de fé e gratidão, os fiéis levam consigo um pouco de suas histórias de vida pelo trajeto. Já no alto da Serra, junto ao cruzeiro e a capela, os peregrinos fazem suas orações e acendem velas.

A Prefeitura do Município, em parceria com o Sebrae, preparou programação especial para a subida. Nesta quinta-feira os fiéis e turistas que forem à Serra do Estrondo poderão participar da apresentação da Renovação Carismática em momento de louvor e oração. Logo após assistirão a exibição de filme, além de contarem com a Praça de Alimentação Sabores do Paraíso.

Tradição

A tradição da subida da Serra do Estrondo na cidade começou em 1960, quando o pioneiro Firmino Mendes escalou o local para pagar uma promessa. Além de escalar o cartão postal, ele fincou uma cruz no topo da Serra. No local, foi construída a Capela de Santa Cruz.

Depois disso, os primeiros moradores da cidade continuaram a subir a Serra durante a Semana Santa. Inicialmente os fiéis escalavam a cartão postal por uma trilha antiga, conhecida como caixa d’agua. O trecho era menor, porém mais íngreme que a escadaria usada pelos peregrinos agora.

O acesso, que hoje é o principal, foi construído em 2000 e segue até o Centro de Vivência Ambiental (APA Serra do Estrondo). A tradição de subir a Serra do Estrondo é reconhecida como Bem de Valor Cultural e Patrimônio Histórico do Estado do Tocantins, aprovada pela Assembleia Legislativa em 2010.

Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.
ASSINE JÁ