Abordando os aspectos históricos, culturais e linguísticos da etnia Karajá-Xambioá, tais como cultura, mitos, lendas, pinturas corporais e receitas culinárias, o estudante Adriano Dias Gomes Karajá lançou, na semana passada, o seu primeiro livro, intitulado Aspectos históricos e culturais do povo Karajá-Xambioá. A obra contou com a orientação do professor Dr. Francisco Edvigens Albuquerque. O lançamento foi realizado no Centro de Ensino Médio Indígena Karajá-Xambioá, em Santa Fé do Araguaia.

Adriano Karajá é estudante de Geografia do câmpus de Araguaína da Universidade Federal do Tocantins (UFT), bolsista do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica nas Ações Afirmativas (Pibic –AF) e orientando do professor Edvigens. O universitário também desenvolve pesquisas no Laboratório de Língua Indígena (LALI) da UFT. Adriano é o primeiro acadêmico indígena do Pibic a organizar um livro com seu orientador.

Outros lançamentos

A aldeia Manoel Alves Pequeno, em Goiatins, também recebeu lançamento de outras publicações direcionadas aos povos indígenas. Ciências Krahô reúne informações do mundo Krahô que apontam a relação entre as espécies e elementos da natureza em convivência com o homem. Gramática Krahô inaugura uma produção a partir de uma série de experiências de pesquisa e ensino voltados ao trabalho nas escolas Krahô.

Já Matemática Krahô, circunscreve conhecimentos matemáticos no campo da álgebra, geometria, além de outros campos que envolvem noções de espaço, dimensão e quantificadores. As obras foram organizadas por Francisco Edviges Albuquerque e Renato Yahé Krahô.