Magazine

Após se tornar evangélico, Ronaldo Ésper diz que deixou de ser gay

"Hoje não sou mais homossexual, por força da minha vontade, porque ninguém se cura disso", afirmou ele

Divulgação
Ronaldo Ésper é estilista

O estilista Ronaldo Ésper, 72, revelou em entrevista a Daniela Albuquerque que virou heterossexual depois de se tornar evangélico.

"Depois de um período de crise muito grande, parti para outra direção na minha vida. Hoje não sou mais homossexual, por força da minha vontade, porque ninguém se cura disso", disse no programa "Sensacional" (RedeTV!), que vai ao ar neste domingo (26).

De acordo com o estilista, ele encontrou apoio na Igreja Universal. "Há alguns anos eu estava à beira do suicídio. Se não tivesse sido acolhido da forma que fui, teria me matado", disse.

Ronaldo Ésper foi ainda mais longe e revelou que teve um caso com um ministro durante a ditadura militar. "Mas ele não foi o amor da minha vida."

Ele também disse que não gostaria de ter um filho homossexual. "É muito duro. Nunca sofri discriminação, mas vejo agora na minha idade, o que eu sou? Um homem solitário e mais nada. Para onde te leva tudo isso?", questionou.

Apesar de dizer que não é mais homossexual, Ronaldo Ésper ainda não agradou totalmente os membros da igreja que frequenta. "Outro dia um pastor me falou: 'mas e os trejeitos?' Eu falei: 'pastor, os trejeitos não vai ter jeito, né?"

Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.
ASSINE JÁ