Brincar de escolinha é coisa de criança, mas em um condomínio de Palmas a brincadeira uniu crianças e adultos na construção de uma biblioteca comunitária. Feita de madeira e ainda com pouca mobília, a Biblioteca Manoel de Barros ocupa hoje um lugar onde antes tinha um lixão e um estacionamento. O artista plástico Costa Andrade foi um dos moradores que ajudou o son...

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários