Estado

Sem escâner de corpo revistas são limitadas

Lei proíbe que visitantes de detentos passem por procedimentos que atentem conta sua dignidade; sem equipamento ideal, Estado utiliza recursos paliativos e faz vistoria em celas

Após um pedido da Procuradoria dos Direitos do Cidadão (PFCD), a revista vexatória, aquela na qual se verifica as partes intimas de visitantes dos presídios e sistemas socioeducativos, foi proibida em todo País. O principal argumento que embasou a proibição é que existem equipamentos sofisticados e que são capazes de fazer uma revista bem mais eficiente e sem constrang...
Matéria exclusiva para assinantes
Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.
ASSINE JÁ