Um grupo de crianças e jovens que ensaiavam batalha de rima na noite da última terça-feira, 5, foi hostilizado por um policial militar com agressões físicas, verbais e ameaças com uma arma de fogo. O relato é de um dos organizadores do Projeto Unidos por Um Mundo Melhor, que realiza ações sociais e culturais junto à comunidades descentralizadas na Capital. De acordo...
Faça o seu cadastro e acesse até 05 matérias exclusivas por mês gratuitamente.
ou
Aproveite todo o conteúdo do site de forma ilimitada!
Assine o Jornal do Tocantins!
QUERO SER ASSINANTE
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários