Estado

Operação Toth: ex-presidente do TJ teria comprado 22 bens em 2 anos

Enriquecimento de desembargador e venda de sentenças são investigados na Operação Toth da Polícia Federal

Esequias Araújo/Arquivo Jto
Após a Polícia Federal (PF) deflagrar a Operação Toth, que investiga suposta venda de sentenças e lavagem de dinheiro, que tem como principal investigado o ex-presidente do Tribunal de Justiça do Tocantins (TJ-TO) desembargador Ronaldo Eurípedes de Souza, o Jornal do Tocantins teve acesso à decisão do ministro OG Fernandes, do Supremo Tribunal de Justiça (STJ) que determinou a...
Matéria exclusiva para assinantes
Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.
ASSINE JÁ