“Iremos verificar agora se o contrato foi cumprido na íntegra e, em seguida, faremos o pagamento, conforme a lei prevê”. A declaração é do secretário de Cidadania e Justiça, coronel Glauber de Oliveira, durante coletiva de imprensa na manhã de ontem, se referente aos restos a pagar que o Estado deve à empresa Umanizzare, cujo contrato venceu no último dia 30 de novem...
Faça o seu cadastro e acesse até 05 matérias exclusivas por mês gratuitamente.
ou
Aproveite todo o conteúdo do site de forma ilimitada!
Assine o Jornal do Tocantins!
QUERO SER ASSINANTE
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários