Após a falta de consenso em audiência pública que discutiu o futuro da captação das águas do Rio Formoso, realizada em Lagoa da Confusão, a 220 km de Palmas, na última terça-feira, 1º de agosto, o Ministério Público Estadual (MPE) requer na Justiça, por meio de ação cautelar, que seja suspensa imediatamente as captações de água na bacia do rio para irrigação. A ação é...
Faça o seu cadastro e acesse até 05 matérias exclusivas por mês gratuitamente.
ou
Aproveite todo o conteúdo do site de forma ilimitada!
Assine o Jornal do Tocantins!
QUERO SER ASSINANTE

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários