Estado

Monitoramento eletrônico dos presos é suspenso pela segunda vez no Tocantins

Os apenados continuam monitorados pela Central de Monitoramento em Curitiba (PR), mas a Central de Palmas não consegue visualizar a localização deles.

ELIAS OLIVEIRA
O monitoramento eletrônico de mais de 400 reeducandos do Tocantins está suspenso pela empresa terceirizada responsável, Spacecom, desde as 18 horas da última quinta-feira, 8. Conforme a empresa, a Secretaria Estadual da Cidadania e Justiça (Seciju) pagou menos da metade da dívida atual. Com isso, os apenados continuam monitorados pela Central de Monitoramento em Curitiba (...
No mês de aniversário do Estado do Tocantins, cadastre-se e tenha acesso ilimitado à todo conteúdo do portal.
ou
Aproveite todo o conteúdo do site de forma ilimitada!
Assine Jornal do Tocantins!
Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.
ASSINE JÁ