O instrutor de trânsito, Vilmar Alves Pereira, 48 anos, morreu por volta de 1h30 da madrugada deste sábado, 31, no Hospital Geral de Palmas (HGP), para onde havia foi transferido devido o grave estado de saúde. Ele levou um tiro no olho em um assalto na autoescola onde trabalhava, em Gurupi, Sul do Estado. Familiares informaram que Pereira sofreu um ataque cardíaco e...
Faça o seu cadastro e acesse até 05 matérias exclusivas por mês gratuitamente.
ou
Aproveite todo o conteúdo do site de forma ilimitada!
Assine o Jornal do Tocantins!
QUERO SER ASSINANTE
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários