Estado

HGP e Dona Regina operam no limite

Dados do centro de monitoramento apontam que HGP está com capacidade de 123% e Dona Regina em 108% de lotação; Sesau quer chegar a 200 indicadores até maio

As unidades de saúde do Estado enfrentam diversos problemas para atender a grande demanda. As reclamações dos pacientes, principalmente dos que são levados para o Hospital Geral de Palmas (HGP) por ser considerado de referência e atender outros estados, vão desde a falta de insumos, medicamentos, rouparia e até cirurgias, resultaram em diversas ações na Justiça, partin...
Matéria exclusiva para assinantes
Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.
ASSINE JÁ