Estado

Grávidas em risco por falta de remédio

Problema é de difícil diagnóstico, além de o tratamento ser caro; confirmado o diagnóstico, a paciente deve tomar uma injeção diariamente para evitar complicações

Elias Oliveira
Só após sucessivos abortos, Valdenir teve o diagnóstico de que era portadora da trombofilia
O que deveria ser uma das épocas mais felizes da vida, de repente pode ser convertida num período de luto para muitas mulheres que engravidam. Foi assim por duas vezes para a doméstica Valdenir Pereira, 41 anos, que está na quarta gravidez e descobriu ser portadora de uma anomalia no sistema de coagulação do sangue, chamada trombofilia. Valdenir é mãe de um adolescente de 18 anos...
Matéria exclusiva para assinantes
Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.
ASSINE JÁ