Atualizada às 11h41 Em vistoria ao Hospital Geral de Palmas (HGP), a Defensoria Pública Estadual (DPE-TO) constatou que as macas tinham saído dos corredores, mas os pacientes foram encontrados na sala de triagem, internados há dias em um espaço “tão improvisado quanto o corredor”, segundo o órgão. Para a DPE, essa situação é qualificada como desumanização no atendi...
Faça o seu cadastro e acesse até 05 matérias exclusivas por mês gratuitamente.
ou
Aproveite todo o conteúdo do site de forma ilimitada!
Assine o Jornal do Tocantins!
QUERO SER ASSINANTE

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários