Cerca de 30 candidatos aprovados no quadro de reserva do concurso do sistema penitenciário no Tocantins protestaram em frente à Secretaria de Cidadania e Justiça (Seciju) na manhã de ontem. A principal cobrança é a realização do Curso de Formação (CF) para que, então, eles possam ser nomeados e, consequentemente, tomar posse. “Com o fim do contrato da Umanizzare e a ...
Faça o seu cadastro e acesse até 05 matérias exclusivas por mês gratuitamente.
ou
Aproveite todo o conteúdo do site de forma ilimitada!
Assine o Jornal do Tocantins!
QUERO SER ASSINANTE
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários