Estado

Aprovação vem com dedicação e renúncia

Estabilidade e bons salários são os atrativos para quem deseja passar em um certame; quem já passou, diz que não existe conquista de uma vaga sem sacrifícios

Lia Mara
Assim que conclui o ensino médio e ingressou no curso de Direito, em 2006, Danilo Canedo Guedes, 29 anos, já sabia que tinha vocação para a carreira pública. Dedicado aos livros, ele conta que na época já deu os primeiros passos e começou a estudar para concursos. Mas a ideia teve influências que vieram de dentro de casa. “Meus irmãos mais velhos já eram concursados, e,...
Matéria exclusiva para assinantes
Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.
ASSINE JÁ