Ao ser questionado com relação a greve dos servidores da educação, que começou no último dia 5, o prefeito de Palmas, Carlos Amastha, disse nesta sexta-feira, 22, que a greve é ilegal e que as aulas continuarão acontecendo com os profissionais contratados. Segundo Amastha, é responsabilidade da prefeitura garantir a educação, já os pais têm a responsabilidade e obri...
Faça o seu cadastro e acesse até 05 matérias exclusivas por mês gratuitamente.
ou
Aproveite todo o conteúdo do site de forma ilimitada!
Assine o Jornal do Tocantins!
QUERO SER ASSINANTE

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários