Estado

Agentes cobram adicionais e entrega de armamento

Os concursados do sistema prisional do Tocantins que tomaram posse em abril deste ano encontram algumas dificuldades logo após o início das atividades. Falta uniforme, armamento, além do não pagamento de direitos garantidos pelo Estatuto do Servidor como os adicionais noturno, de periculosidade e horas extras. Quem pontua as demandas é o presidente da Assispen-TO, Ab...
Matéria exclusiva para assinantes
Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.
ASSINE JÁ