Esporte

Titular da seleção, Alisson afirma que a Copa do Mundo da Rússia 'já começou'

"É importante dar continuidade no trabalho que vem sendo feito, trabalho que a gente vem fazendo bem e que nos fez conquistar essa classificação para o Mundial", afirma o goleiro

Reprodução/Twitter
Alisson

Titular da seleção desde que Tite assumiu o comando do time, há um ano, e praticamente garantido na Copa do Mundo de 2018, na Rússia, o goleiro Alisson repetiu nesta terça-feira (29) o discurso que vem sendo empregado na equipe desde que o Brasil assegurou a sua vaga e disse que o Mundial, para o selecionado nacional, já começou. O jogador, que não é unanimidade entre os torcedores, vê as desconfianças como normais e se mostrou seguro quanto a sua situação na equipe.

Alisson vinha tendo poucas oportunidades na Roma na temporada passada, mas virou titular agora e acredita que terá uma maior sequência. "Tem sido um momento muito importante pra mim, um ano de afirmação na Roma, um ano que eu estou começando como titular. Ficarei muito feliz se continuar nesse caminho para chegar bem ao Mundial", disse o goleiro após o treino da seleção nesta terça-feira, no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre.

Para ele, o Brasil tem que jogar como se já estivesse disputando a Copa. "É importante dar continuidade no trabalho que vem sendo feito, trabalho que a gente vem fazendo bem e que nos fez conquistar essa classificação para o Mundial. A gente está colocando no nosso coração, na nossa cabeça, que a gente já começou o Mundial, que ele começa agora", destacou.

Sobre a desconfiança de parte da torcida, ele vê isso como normal. "É uma questão da opinião do torcedor, ou de vocês da imprensa, e que é normal. Sempre vai haver uma preferência por um ou por outro. A gente não vai conseguir agradar a todos, mas eu fico muito feliz, muito contente de ter a confiança do Tite e do Tafa (Taffarel, preparador de goleiros). São duas pessoas muito importantes aqui, que vão puxando o barco juntamente com toda a comissão", comentou Alisson.

Ele também se disse feliz por jogar em Porto Alegre, onde cresceu e surgiu para o futebol mundial jogando pelo Internacional. "É muito gostoso jogar em casa, muito gostoso estar na minha terra. Porto Alegre é praticamente minha cidade, sou de Novo Hamburgo, que é aqui do ladinho, mas passei toda minha vida aqui. É muito prazeroso e quero aproveitar este momento da melhor maneira, quem sabe com uma vitória", disse.

Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.
ASSINE JÁ