A seleção brasileira vai estrear na Copa América na sexta-feira (14), diante da Bolívia, no Morumbi, sem contar com seu principal jogador, Neymar, e com a responsabilidade de desafiar a queda de rendimento que geralmente apresenta quando ele não está em campo. Desde a estreia do camisa 10 pela equipe, há quase nove anos, o Brasil disputou 123 partidas e obteve um aproveitamento d...

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários