Esporte

Sem contrato, Robinho encerra passagem pelo Atlético-MG e fica livre no mercado

No ano passado Robinho declarou que aceitaria redução no salário para permanecer no Atlético-MG, mas a proposta acabou não sendo aceita.

A passagem de quase dois anos do atacante Robinho pelo Atlético Mineiro está oficialmente encerrada. O contrato do jogador com o clube mineiro se encerrou em 31 de dezembro de 2017 e, como não chegou a um acordo para renová-lo, ele agora está sem time, livre no mercado e com o futuro indefinido para 2018.

No ano passado, ainda durante a disputa do Campeonato Brasileiro, Robinho declarou que aceitaria uma redução no seu salário para permanecer no Atlético-MG em 2018, mas a proposta feita pelo clube para renovar o acordo acabou não sendo aceita.

"Aceitaria, sim. Quando há interesse de ambas as partes é só conversar e s O Santos, onde iniciou a sua carreira e teve três passagens, é sempre um clube que tem seu nome ligado ao atacante, mesmo que o presidente eleito José Carlos Peres tenha declarado anteriormente que não estava em negociações com ele. Além disso, admitiu que a condenação em primeira instância a nove anos de prisão na Itália por caso de violência sexual, em incidente ocorrido quando era jogador do Milan, poderia pesar na sua decisão de não contratá-lo.

"Não prometi Robinho. Entendo que é um jogador identificado, tem que ser bem tratado na Vila, é um ídolo, mas há essa questão da Itália. O Robinho tem que se defender. Se estiver culpado, terá que pagar. Não podemos massacrar quem está em julgamento. Ele tem todo direito de se defender na segunda instância", afirmou, dias após sua vitória na eleição do Santos, em entrevista à ESPN Brasil.

O Santos, porém, poderia rever essa postura, ainda mais por ter soaixa etária, mas entregando bom futebol, ele queira tranquilidade para trabalhar. Pensei em dar os 24 meses, porque ele gosta=

Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.
ASSINE JÁ