No início da noite, em uma base comunitária de segurança localizada no Setor Morada do Sol II, na região Sul de Palmas, toda segunda, quarta e sexta-feira, crianças com idades entre 4 e 12 anos deixam os chinelos e algumas bicicletas na calçada para treinarem em um tatame desgastado. Entre risos, quedas e agitação, e sob o olhar do professor, o sargento da Polícia Militar E...

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários