A pandemia do novo coronavírus causou mais consequências para o mundo esportivo nesta terça-feira. A Fifa anunciou a decisão de adiar para 2021 diversas competições que estavam no calendário deste ano por causa da propagação da covid-19 pelo planeta. A principal delas é o Mundial de Futsal masculino, que será realizada na Lituânia.

O torneio, com 24 seleções, iria acontecer entre os dias 12 de setembro e 4 de outubro deste ano, mas agora ficou marcado para o período entre 12 de setembro e 3 de outubro de 2021. A seleção brasileira já garantiu a sua vaga em fevereiro passado nas Eliminatórias Sul-Americanas, que foram jogadas em Carlos Barbosa, no interior do Rio Grande do Sul.

O Brasil, pentacampeão e maior vencedor da competição, tenta voltar ao pódio depois de ser eliminado pelo Irã nas oitavas de final na edição de 2016, realizada na Colômbia. A Argentina conquistou o título pela primeira vez em sua história na ocasião.

Desde fevereiro, competições de futsal foram suspensas ou canceladas em função da pandemia do novo coronavírus. Duas foram torneios classificatórios para o Mundial. As Eliminatórias Asiáticas foram adiadas para agosto e as da Concacaf (América do Norte, Central e Caribe), que seriam em março, ainda não têm uma nova data para ser realizada.

Essas duas confederações definirão as 11 seleções que faltam para completar a lista de participantes. Os países já classificados, além do Brasil, são Espanha, Angola, Argentina, Egito, Casaquistão, Lituânia, Ilhas Salomão, Portugal, Venezuela, Rússia, Marrocos e Paraguai.

FEMININO - A Fifa adiou também as edições dos Mundiais Femininos Sub-20 e Sub-17. A primeira competição foi remarcada para ter início no dia 20 de janeiro, na Costa Rica e no Panamá, e a segunda começará em 17 de fevereiro, na Índia.

O Congresso da Fifa, em sua 70.ª edição, marcado para o dia 18 de setembro de 2020, em Adis Abeba, na Etiópia, também sofreu mudanças e agora será realizado virtualmente.