Neste ano a 8ª Corrida da Advocacia virá com uma novidade. A prova, realizada pela Ordem dos Advogados do Brasil no Tocantins (OAB-TO), em 2018, trará a categoria paralímpica destinada às pessoas com deficiência, com corrida de 1 km e 5 km. Atletas que competirem nesta categoria também terão inscrição gratuita.

Com data marcada para o dia 4 de agosto, a corrida faz parte do Circuito Virgílio Coelho, que envolve todas as principais competições de rua da Capital. Segundo o secretário-geral da Comissão de Esporte, Carlos Gabino de Souza Júnior, o pedido foi feito pela Comissão da Pessoa com Deficiência. “A verdadeira inclusão se faz com ações concretas”, frisou o secretário.

O Instituto Reviver - Centro de Atividades de Educação, Esporte e Cultura para Pessoas com Deficiência será parceiro do evento, com treinamento de três voluntários para garantir assistência personalizada aos atletas com deficiência.

Corrida

O objetivo do evento é proporcionar e incentivar a melhoria da qualidade de vida para todos os participantes, advogados ou não, aliando às tradicionais comemorações durante o mês da advocacia. 

As inscrições devem ser feitas no site da Corrida e são limitadas, pois há um número fixo por categoria de chips e camisetas a serem distribuídas. A expectativa da Comissão de Esporte é que mais de 1.000 atletas participem.

Segundo a OAB, neste ano são quatro categorias: público geral, advocacia, paralímpica e infantil. Os valores das inscrições são de R$ 70 para o público geral; R$ 60 por pessoa para grupos de público geral com 10 participantes ou mais e de R$ 35 para advogados filiados; e R$ 25 para crianças e gratuitas para pessoas com deficiência.

O circuito da prova é composto por três distâncias, um quilômetro para o público infantil e paralímpico; cinco quilômetros para corredores amadores e paralímpicos, e nove quilômetros para os competidores.