Ele defendeu o gol da seleção brasileira de futebol de cinco por nove anos (entre 2003 e 2012) e faturou três ouros paralímpicos (2012, 2008 e 2004) e um título mundial (2010). E desde 2013, como técnico, aumentou ainda mais a lista de conquistas (ouro na Rio 2016 e nas Copas de 2018, em Madri, e 2014, em Tóquio). Com esse respeitável currículo, Vasconcelos disse que p...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar o Jornal do Tocantins

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários