Esporte

Palmeiras aproveita falha e se classifica

Internacional faz boa partida, mas sofre gol no fim e perde vaga. Grêmio e Botafogo também avançam

Pedro H. Tesch/Eleven/Estadão Conteúdo
Zé Roberto é calçado por jogador do Internacional no confronto de volta das oitavas de final, em Porto Alegre

Amargando a Série B e um começo irregular na competição - 4 pontos em 3 jogos -, o Internacional viveu parte de um sonho nesta quarta-feira (31), no Beira-Rio, diante do Palmeiras, pelas oitavas de final da Copa do Brasil. Após perder por 1 a 0 o jogo de ida, o time chegou a fazer 2 a 0, vinha jogando bem e garantindo a classificação diante de um grande rival, mas o gol de Thiago Silva, já aos 34 minutos da etapa final determinou o 2 a 1 no placar e a vaga ficou com o time paulista.

Agora, os classificados às quartas de final da Copa do Brasil - Santos, Flamengo, Atlético Paranaense, Grêmio, Atlético Mineiro, Palmeiras, Botafogo e quem avançar do duelo entre Chapecoense e Cruzeiro - aguardam o sorteio que ocorre na segunda-feira e definirá os confrontos da próxima fase da competição nacional.
No jogo em Porto Alegre, o Inter, que ainda não contou com o técnico recém-contratado, Guto Ferreira, após a demissão de Antônio Carlos Zago, imprimiu um ritmo forte nos primeiros minutos e abriu o marcador com D’Alessandro e Nico Lopez, no primeiro tempo. Na etapa final, no entanto, o time não resistiu e sofreu o gol que determinou a queda.

No Rio, dominado após ter um jogador expulso logo aos 4 minutos, o Fluminense perdeu para o Grêmio em casa ontem por 2 a 0, no Maracanã. O resultado, aliado à vitória gremista por 3 a 1 na ida, em Porto Alegre, classificou os gaúchos para as quartas de final da Copa do Brasil. O clube de Porto Alegre agora aguarda sorteio para conhecer seu próximo adversário. A partida teve arbitragem polêmica.

O Fluminense começou o jogo pressionando o Grêmio e dominou os quatro minutos iniciais, mas o primeiro contra-ataque gremista foi decisivo. Para conter o rápido Luan, que comandava a jogada do time gaúcho, o zagueiro Nogueira deu um carrinho por trás e o derrubou. Foi expulso direto pelo árbitro paulista Thiago Duarte Peixoto. Com um homem a mais, o Grêmio fez 2 a 0 com Luan e Pedro Rocha, no primeiro tempo. 

Já o Botafogo foi até o Recife defendendo a vantagem de 2 a 1 conquistada no Rio, sobre o Sport, que estreou o técnico Vanderlei Luxemburgo. O time carioca saiu na frente, com um gol de Roger, aos 11 minutos de jogo. Porém, mesmo com um homem a mais, após a expulsão do atacante Rogério, já no segundo tempo, o rubro-negro empatou, com Durval, aos 22. Porém, o 1 a 1 deu a vaga ao alvinegro.

Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.
ASSINE JÁ