Esporte

Limitado, Goiás é eliminado no Maracanã

Alviverde sofre com limitações, é goleado pelo Fluminense e deixa a Copa do Brasil

Andre Fabiano/FolhaPress
Jogadores do Fluminense comemoram a vitória

O sonho esmeraldino durou apenas uma hora de jogo no Maracanã. Com três gols sofridos no segundo tempo, o Goiás foi derrotado por 3 a 0, nesta quarta-feira, e foi eliminado na 4ª fase da Copa do Brasil.

Frágil na jogada aérea defensiva, o time esmeraldino viu o time carioca abrir vantagem com gols de cabeça de Henrique e Nogueira. O atacante Pedro fechou a vitória do Flu após contra-ataque rápido.

O Goiás volta a campo no próximo domingo, às 16 horas, no Serra Dourada, jogo da volta da semifinal do Campeonato Goiano contra o Atlético.

O jogo
A partida começou com emoção. Aos sete minutos, Victor Bolt derrubou Richarlison na linha da grande área e o árbitro deu pênalti. O equatoriano Sornoza cobrou pênalti no canto esquerdo e Marcelo Rangel fez a defesa.

Precisando da vitória, o Fluminense tentava chegar ao ataque, mas também não conseguia criar chances claras. Aos 25, o lateral direito Lucas conseguiu chute cruzado e a bola saiu perto da trave direita. Três minutos depois, Henrique deu belo passe de calcanhar, mas Wellington Silva isolou.

No segundo tempo, o Fluminense se lançou ao ataque e tinha muita posse de bola. Só que o Goiás estava bem seguro na defesa. Não dava espaço ao time carioca. Na primeira vez que o Flu conseguiu escapar no contra-ataque, o estreante lateral Tony fez duas boas interceptações.

Mas o Fluminense chegou ao primeiro gol aos 12 minutos. Após bola cruzada na área, o zagueiro Henrique apareceu no segundo poste para cabecear. Fábio Sanches tentou tirar, mas não conseguiu. Quatro minutos mais tarde, outra vez pelo alto, o Fluminense chegou ao gol. Após cobrança de escanteio, o zagueiro Nogueira subiu mais alto que a defesa e ampliou.

Aos 25 minutos, Tony deu uma joelhada na coxa de Wellington Silva e recebeu cartão vermelho em sua estreia. Léo Gamalho chegou a marcar após receber passe de Michael, no entanto a bola já havia saído antes da assistência.

Aos 36, Léo Sena perdeu bola no meio-campo e deu contra-ataque. Embora Michael tenha conseguido bloquear a primeira jogada, Pedro pegou o rebote e fez o terceiro para liquidar a fatura.

Ficha técnica
Local: Estádio Maracanã, no Rio de Janeiro
Árbitro: Raphael Claus (FIFA/SP)
Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis (FIFA/SP) e Alex Ang Ribeiro (SP)

Fluminense: Júlio César; Lucas, Henrique, Nogueira e Léo Pelé (Marcos Calazans); Orejuela, Douglas (Wendel) e Sornoza; Wellington Silva, Pedro e Richarlison (Marcos Júnior). Técnico: Abel Braga

Goiás: Marcelo Rangel; Tony, Everton Sena, Fábio Sanches (David Duarte) e Jefferson; Toró, Victor Bolt (Michael) e Léo Sena; Tiago Luís (Juan), Léo Gamalho e Aylon. Técnico: Sílvio Criciúma

Gols: Henrique aos 12 minutos e Nogueira aos 16' e Pedro aos 36' do 2º tempo (Fluminense)
Cartões amarelos: Nogueira, Orejuela, Richarlison (Fluminense), Victor Bolt, Tiago Luís, Fábio Sanches (Goiás)
Expulsões: Tony (Goiás)
Público: 17.946 pagantes
Renda: R$ 506.725,00 

Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.
ASSINE JÁ