Mesmo admitindo a superioridade da Ferrari neste domingo em Monza, Lewis Hamilton, da Mercedes, fez críticas aos comissários do GP da Itália de Fórmula 1 por não terem imposto uma punição ao vencedor da prova, Charles Leclerc, depois de o piloto da equipe italiana ter dificultado, de acordo com o inglês, as suas tentativas de ultrapassagem de forma irregular. Para o ...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários