Esporte

Final deve ter recorde de público do Mineirão

Rafael Ribeiro/Light Press/Cruzeiro
Thiago Neves é destaque do Cruzeiro e tem dois gols marcados na Copa do Brasil

Cruzeiro e Flamengo fazem a final da Copa do Brasil em uma partida sem favorito. Após empate por 1 a 1 no jogo de ida, no Rio, e sem o critério do gol qualificado, levantará o troféu de mais de 11 quilos dedicado ao vencedor o time que conseguir a vitória por qualquer placar. Em caso de nova igualdade, o campeão será conhecido nos pênaltis.

Os dois técnicos não confirmaram as equipes. O maior mistério está com o Cruzeiro do técnico Mano Menezes. No ataque, a tendência é que Raniel seja o escolhido para iniciar a partida. O uruguaio Arrascaeta, autor do gol do Cruzeiro no jogo de ida no Maracanã, deve esperar por uma chance no banco de reservas.

No Flamengo, a surpresa pode estar no retorno de Everton ao ataque. O jogador não atua há duas semanas em função de uma lesão muscular na panturrilha, mas, no último treino antes da decisão, ele participou normalmente do aquecimento - a imprensa não teve acesso à parte final da preparação.

“Everton trabalhou normal, com bola no campo, sem problema”, revelou o técnico colombiano Reinaldo Rueda logo após a atividade.

Caso conquiste a Copa do Brasil, o Cruzeiro chegará a cinco conquistas e se igualará ao Grêmio como maior vencedor da competição. O Flamengo, por sua vez, vai em busca da quarta taça.

Todos os ingressos para a partida foram vendidos e o público poderá ser superar aos 58.141 pagantes que estabeleceram o recorde no Mineirão desde que ele foi reformado para a Copa de 2014, estabelecido na semifinal do Mundial, quando o Brasil levou 7 a 1 da Alemanha.

CRUZEIRO
Fábio; Ezequiel, Léo, Murilo e Diogo Barbosa; Henrique, Hudson, Robinho, Thiago Neves e Alisson; Raniel. Técnico: Mano Menezes

FLAMENGO
Alex Muralha; Rodinei, Réver, Juan e Pará; Cuéllar, Willian Arão e Diego; Berrío, Everton (Lucas Paquetá) e Guerrero. Técnico: Reinaldo Rueda

Local: Mineirão (Belo Horizonte). Horário: 21h45. Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira/SP (Fifa). Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse/SP (Fifa) e Danilo Ricardo Simon Manis/SP (Fifa)

Rafael Ribeiro/Dia Esportivo/Estadão Conteúdo
Guerrero tem dois gols marcados na Copa do Brasil
Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.
ASSINE JÁ