Pressionar o adversário em seu campo de defesa é um mantra que Tite carrega há muito tempo em suas equipes. Além do que pode parecer, esse expediente é essencial para a implantação do modelo de jogo que dá muito certo até aqui na Seleção Brasileira. A bola roubada à frente reapareceu como um elemento decisivo em Brasil 5 x 0 Bolívia quinta-feira, em Natal. Aos 9min do p...

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários