Esporte

Emoção marca entrega de medalhas e troféu a campeões da Chape

Goleiro Jackson Follmann, um dos sobreviventes, chorou muito ao receber a homenagem

Reprodução

Em uma tarde especial, nada mais significativo do que um ambiente diferenciado. A Arena Condá, palco do primeiro jogo da Chapecoense depois da tragédia responsável por matar 71 pessoas, ganhou uma decoração delicada para o amistoso contra o Palmeiras. Tsurus foram pendurados nas redes dos gols do estádio.

Os tsurus (representado em origami na Arena) são uma ave sagrada no Japão e simbolizam a saúde, a boa sorte, a felicidade, a longevidade e a fortuna. Desde a tragédia, dobraduras deste tipo tomaram os alambrados do estádio da Chape; agora, elas alcançaram os gols.

Além do origami especialmente produzido para a cerimônia/amistoso deste sábado (21), faixas espalhadas com trechos do hino da Chapecoense também recepcionarão os dois times.

MEDALHAS

Os sobreviventes do acidente aéreo -Neto, Jackson Follmann e Alan Ruschel- e os familiares dos falecidos no acidente aéreo da Chapecoense receberam neste sábado as medalhas e o troféu de campeão da Copa Sul-Americana.

A homenagem ficou marcada pela emoção dos presentes. O goleiro Jackson Follmann, um dos sobreviventes, chorou muito ao receber a homenagem.

Torcedores também se emocionaram com o ato, que também contou com as presenças de Mauricio Galiotte e Antonino Jesse Ribeiro, presidente e segundo vice do Palmeiras.

ESCALAÇÃO

As duas equipes anunciaram as escalações uma hora antes do início da partida. Tanto Eduardo Baptista quanto Vagner Mancini mantiveram as formações treinadas na última sexta-feira. Desta forma, além do primeiro compromisso da Chape após o acidente, a grande atração recai sobre a estreia de Felipe Melo com a camisa palmeirense.

O atual campeão nacional entra em campo com Prass; Jean, Thiago Martins, Antônio Carlos e Egídio; Felipe Melo; Róger Guedes, Tchê Tchê, Raphael Veiga e Dudu; Alecsandro.

Já a Chapecoense inicia a reconstrução da equipe com Arthur; João Pedro, Douglas Grolli, Fabrício Bruno e Reinaldo; Amaral, Andrei Girotto e Neném; Rossi, Wellington Paulista e Niltinho.

Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.
ASSINE JÁ