Esporte

Em estreia de Tite, Gabriel Jesus brilha e Brasil vence Equador

Seleção impõe primeira derrota equatoriana em casa nesta edição das eliminatórias

Reprodução/Twitter

A estreia de Tite à frente da seleção não poderia ser melhor. Na altitude de Quito, o Brasil venceu o Equador por a 3 a 0 com gols de Neymar e Gabriel Jesus (2) e, agora, respira nas eliminatórias sul-americanas.

A vitória é a primeira da história da seleção na capital equatoriana em eliminatórias e o primeiro revés do Equador em casa nesta edição do torneio.

Com o resultado, o Brasil sai da sexta colocação e pula para o quarto lugar. A equipe pode, portanto, terminar a sétima rodada ainda em sexto, já que Chile e Argentina podem vencer e passar à frente.

O nome da partida foi Gabriel Jesus, que sofreu o pênalti convertido por Neymar e ainda fez os dois últimos gols da equipe.

Agora o Brasil vai até Manaus para encarar a Colômbia, na próxima terça-feira, às 21h45.

O JOGO

O Brasil parece não ter sentido a altitude de 2.800 m de Quito e dominou a partida desde os primeiros momentos do jogo.

As três primeiras finalizações foram brasileiras, mas a dificuldade em dosar a velocidade da bola foi um problema e a maioria dos chutes foram por cima do gol.

Apesar do bom volume no primeiro tempo, o time comandado por Tite foi para o intervalo sem mexer no placar.

Aos 14 min, o treinador fez uma mudança que mudou o ruma do confronto. Willian saiu para dar lugar a Philippe Coutinho, que deu mais movimentação ao meio do campo e foi fundamental para a construção da vitória.

Doze minutos mais tarde, Gabriel Jesus foi derrubado na área e o juiz marcou pênalti. Neymar converteu e abriu o placar. Aos 30 min, Paredes foi expulso e o caminho ficou mais fácil.

 

Aos 41 min, Gabriel Jesus entrou em cena. O atacante do Palmeiras recebeu passe da esquerda de Marcelo e, de calcanhar, ampliou.

 

Cinco minutos mais tarde fez seu segundo gol e fechou o placar para o Brasil.

 

 

FICHA TÉCNICA

EQUADOR
Domínguez; Paredes, Archilier e Mina; Ayoví, Gruezo (Gaibor), Noboa, Valencia e Montero (Arroyo); Bolaños e Caicedo (Ibarra). T.: Gustavo Quinteros

BRASIL
Alisson; Daniel Alves, Miranda, Marquinhos e Marcelo; Casemiro, Paulinho, Willian (Philippe Coutinho), Renato Augusto e Neymar; Gabriel Jesus. T.: Tite

Estádio: Olímpico Atahualpa, em Quito

Árbitro: Enrique Cáceres (Paraguai)

Gols: Neymar, aos 26, e Gabriel Jesus, aos 41 e aos 47 min do 2º tempo

Cartões amarelos: Bolaños, Montero, Paredes, Domínguez (EQU) e Paulinho (BRA)

Cartão vermelho: Paredes (EQU)

Público: 34.887

Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.
ASSINE JÁ