A janela de contratações para os clubes da China fechou na última quinta-feira (28) com uma diferença em relação aos anos anteriores. Em vez de equipes da Superliga Chinesa esvaziarem a Série A e levarem vários jogadores, como fizeram nos últimos anos, desta vez foi diferente. A única venda de times brasileiros rumo ao país asiático foi a ida do centroavante Henrique D...

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários