Toto Wolff, chefe da equipe Mercedes, criticou a postura dos pilotos nos momentos finais da sessão classificatória para o GP de Monza. Visivelmente nervoso, o dirigente ficou revoltado com a cena inusitada, quando os nove pilotos, que ainda poderiam marcar tempo, demoraram para sair dos boxes e apenas Carlos Sainz Jr. conseguiu abrir volta antes do cronômetro zerar. "Isso foi pi...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar o Jornal do Tocantins

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários