Esporte

Brasil inicia ciclo para próxima Copa com vitória fácil sobre Estados Unidos

Em noite de estreias, Firmino e Neymar marcam e Brasil bate Estados Unidos

IGOR CASTRO/AGÊNCIA I7/ESTADÃO
Neymar, que voltou a ser capitão da seleção brasileira, parte para cobrar pênalti que resultou no segundo gol do Brasil contra os Estados Unidos

A seleção brasileira iniciou o ciclo para a Copa do Mundo do Catar 2022 com vitória sobre a jovem equipe dos Estados Unidos, por 2 a 0, em Nova Jersey, na noite de ontem. Com gols de Roberto Firmino e Neymar (de pênalti), o Brasil construiu com facilidade seu triunfo e não foi ameaçado. Na terça-feira (11), o time de Tite fecha o primeiro giro de amistosos após o Mundial da Rússia enfrentando El Salvador.

Foi a primeira partida do Brasil desde a eliminação nas quartas de final da Copa de 2018 e não teve como não pensar em fatores que poderiam ter mudado a trajetória brasileira em solo russo. O primeiro é a presença de Douglas Costa e Roberto Firmino no time titular, o que não ocorreu por causa de lesão do atacante da Juventus e por opção de Tite em manter Gabriel Jesus nos jogos.

Após a partida, o goleiro Alisson comemorou o resultado, a solidez defensiva e lembrou que os jogadores ainda estão entrando em ritmo. “Todo nosso sistema defensivo é sempre muito consistente. Foi mais uma partida sem sofrer gols, o que é importante também. A maioria está no início de temporada, com poucas partidas. Pouco a pouco, a gente vai voltando num ritmo forte. Tenho certeza que a gente vai chegar bem na Copa América”, afirmou o jogador, que se transferiu da Roma para o Liverpool após o Mundial.

Foi Douglas Costa, o melhor em campo, quem iniciou a jogada do primeiro gol ao disparar em velocidade do lado direito e cruzar na medida para Firmino escorar, aos 10 minutos.

O segundo gol foi de Neymar, que voltou a ser capitão da seleção - Tite anunciou o fim do rodízio e aposta no craque do PSG para liderar o Brasil no ciclo, que inclui, até a Copa do Catar, a Copa América no Brasil, em 2019, e a Olimpíada de Tóquio, em 2020. Fabinho sofreu um pênalti duvidoso e Neymar cobrou, aos 42 minutos do primeiro tempo.

“É um líder técnico, acima de tudo, um jogador fora de série. Vai ser melhor do mundo dentro de pouco tempo e vai nos representar muito bem como capitão”, afirmou o goleiro Alisson.

A segunda etapa do amistoso serviu para mudanças e estreias, como de Richarlison e Lucas Paquetá. O goiano Arthur ganhou chance, ao entrar no lugar de Fred, que iniciou o amistoso.

Pedro Martins / Mowa Press
Goiano Arthur ganhou chance na partida: entrou aos 14 minutos do segundo tempo
Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.
ASSINE JÁ