O presidente da União das Câmaras Árabes, Khaled Hanafi, disse que, se a embaixada brasileira em Israel for transferida para Jerusalém, haverá boicotes a todos os produtos do País por consumidores árabes e os empregos brasileiros sofrerão. O recado foi dado na terça, 29, em reuniões com o presidente em exercício, Hamilton Mourão, e a ministra da Agricultura, Teresa C...

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários