Na berlinda por conta da falta de recursos no Orçamento de 2020, o programa habitacional Minha Casa, Minha Vida já chegou a 2019 com recursos à míngua. Segundo dados obtidos pelo Estadão/Broadcast, R$ 2,7 bilhões foram executados até agosto e outros R$ 500 milhões estão garantidos até o fim do ano – um dos quadros de maior aperto no programa desde sua c...

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários