O ministro da Defesa, general Fernando Azevedo e Silva, classificou como "justo e necessário" o projeto de lei que altera as regras de aposentadoria dos integrantes das Forças Armadas e reestrutura a carreira militar. A reestruturação deve custar R$ 86,85 bilhões aos cofres públicos, o que reduzirá a economia prevista com a reforma da Previdência dos militares, estima...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários