A LVMH, proprietária da Louis Vuitton, concordou em comprar a Tiffany por 16,2 bilhões de dólares em sua maior aquisição, mas a fabricante francesa de artigos de luxo aposta que pode restaurar o brilho da joalheria norte-americana. O acordo em dinheiro de 135 dólares por ação impulsionará o menor negócio da LVMH, a divisão de joias e relógios que já abriga Bulgar...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários