Apenas um dia após a JBS anunciar um plano de venda de ativos para reforçar o caixa em cerca de R$ 7 bilhões, duas medidas colocaram em xeque a estratégia. A Justiça vetou o desbloqueio de bens da companhia que já tinham sido até negociados com a rival Minerva por cerca de R$ 1 bilhão.  Além disso, a Advocacia-Geral da União (AGU) pediu o bloqueio de bens, ...

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários