Fomentar o e-commerce, testar novos formatos de loja e apostar em meios de pagamento digitais estão na agenda do GPA para 2019. O presidente da companhia, Peter Estermann, diz que a meta é se manter na liderança da venda online de alimentos. "No e-commerce alimentar, o negócio tem de ser viável. A última linha (lucro) tem de ser positiva", diz o executivo, que...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários