A Prefeitura de Palmas e o ex-presidente da Agência Municipal de Turismo (Agtur), Cristiano Queiroz Rodrigues, negaram em nota, quaisquer irregularidades nas contratações. Conforme a Prefeitura, “todas as contratações para os shows foram realizadas conforme prescrito na Lei 8.666/93. Quanto aos valores, estes foram baseados em comprovações de shows realizados anteriormen...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários