A Advocacia-Geral da União (AGU), que atuou em ações trabalhistas por meio da Procuradoria-Regional Federal da 1ª Região (PRF1) em conjunto com o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) em Palmas, evitou condenações no valor de R$ 3,3 milhões. Esse balanço, realizado pela AGU, levou em consideração a estatística de que, em cada 100 ações trabalhistas propostas contra...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar o Jornal do Tocantins

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários