A imprensa japonesa revelou nesta segunda-feira, 6, novos detalhes da fuga de Carlos Ghosn e informou que o ex-executivo pegou um trem de Tóquio para Osaka, de onde embarcou em um avião para deixar o Japão em direção à Turquia e depois para o Líbano. Ghosn deixou sua casa em Tóquio no dia 29 de dezembro à tarde e foi para um grande hotel na cidade, a menos de 1 q...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários