O projeto de estímulo fiscal para energia solar foi vetada integralmente pelo presidente da República, Jair Bolsonaro. De autoria do ex-senador Ataídes Oliveira, a proposta foi aprovado em setembro pela Câmara dos Deputados e isentava de Impostos de Importação a estrutura necessária para a geração de energia elétrica através de fonte solar. Na justificativa do vet...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários