Guilherme Martins tem dez anos de idade e desde os três já contribui com a previdência privada. Além disso, o menino tem uma mesada mensal de R$ 70,00, montante que ele gasta com lanches e passeios, mas guarda parte do dinheiro para um plano maior. “Quero comprar um vídeo game no final do ano”, planeja. Para quem duvida que ele vai mesmo conseguir poupar para o brinqued...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar o Jornal do Tocantins

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários