Durante mutirão promovido pela Procuradoria Regional Federal da 1ª Região (PRF1), que analisou 1.016 processos que tramitavam perante a Turma Recursal do Tocantins, a Advocacia-Geral da União (AGU) desistiu de 423 recursos em benefícios previdenciários do Instituto Nacional de Seguro Social (INSS) no Estado. Em outros 99 processos, foram feitas propostas de acordo...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários