Antena Ligada

Amastha garante maioria na Câmara

O prefeito Carlos Amastha (PSB) não escondeu a alegria pela vitória do vereador Folha, que foi eleito presidente da Câmara Municipal de Palmas. O vereador, que em 2016 foi líder do prefeito na Casa de Leis, também deixou claro qual é o seu lado e que trabalhará em sintonia com Amastha. Do outro lado, a oposição concentrou os vereadores mais experientes, que vêm de outros mandatos, inclusive ex-presidentes da Câmara, e podem dificultar bastante a governabilidade do prefeito. Amastha, mais do que garantir a Mesa Diretora, também precisará ficar com as comissões estratégicas.

10 mandamentos

A Confederação Nacional de Municípios criou os Dez Mandamentos para uma boa gestão municipal. Em resumo, a entidade aconselha os prefeitos a fazer apenas o que é de competência do município, ter um suporte técnico, valorizar os servidores, ter um bom planejamento, ter bons projetos, estruturar suas redes locais e ouvir a comunidade.

Regras de ouro

Mas os gestores devem se atentar principalmente às últimas regras para garantirem um bom trabalho: não gaste mais que arrecada, preste contas e obedeça à lei.

Novo Acordo

O projeto da construção da Usina Hidrelétrica Monte Santo, no Rio Sono, tem tirado o sossego dos moradores de Novo Acordo, que estão preocupados com os impactos ambientais. A comunidade está organizando uma manifestação para o próximo sábado, a partir das 7h30, contra as obras, que estão na fase de concessão de licença para a empresa iniciá-las.

Paulo Ziulkoski

Presidente da Confederação Nacional de Municípios (CNM)

Qual é a situação financeira dos municípios brasileiros na avaliação da CNM?

“Os resultados do primeiro semestre de 2016 apontam que 48% das prefeituras no Brasil estão no vermelho, ou seja, estão gastando mais do que arrecadam. Na nossa intuição e avaliação, isso deve ter aumentado mais no segundo semestre do ano passado.”

Desgarrados

O vereador Folha contava com 13 votos na disputa da Presidência da Câmara Municipal, mas dois vereadores debandaram na última hora. O grupo quer saber os nomes dos desgarrados.

Marcação

Uma discussão já recorrente nas eleições da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa também atingiu a disputa na Câmara Municipal de Palmas: marcações nas cédulas de votação. O vereador Léo Barbosa (SD), que presidiu a sessão de eleição da Mesa Diretora, afirmou que teve informações de que haveria marcações na cédula com a finalidade de identificar o votante.

Solução

Léo foi categórico e falou que aceitaria apenas o “x” no quadrado, qualquer outro símbolo - estrela, risco, círculo, ponto - geraria a anulação do voto.

Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.
ASSINE JÁ