Notícias

Aécio Neves revela tentativa de barrar Lava Jato e cita ministro Alexandre de Moraes

A revelação foi feita durante diálogo com o empresário Joesley Batista

Nelson Jr./SCO/STF

O conteúdo divulgado das delações premiada dos donos do grupo JBS abalou as estruturas políticas do país. Em uma gravação, o senador afastado Aécio Neves cita o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, como um aliado no plano de barrar o avanço da Operação Lava Jato.

Durante uma conversa com Joesley Batista, o senador mineiro revela que está se movimentando para conseguir fazer uma redistribuição dos inquéritos entre os delegados, para que assim, consiga ser investigado por alguém do seu interesse.

Porém, o plano não deu certo quando não conseguiu estabelecer um acordo entre o presidente Michel Temer e o ministro Alexandre de Moraes.

Leia na íntegra a fala de Aécio Neves:

“O que vai acontecer agora, vai vir inquérito sobre uma porrada de gente, c..., eles aqui são tão b... m..., que eles não notaram o cara que vai distribuir os inquéritos para os delegados, você tem lá, sei lá, tem dois mil delegados na polícia federal, ai tem que escolher dez caras. O do Moreira, o que interessa a ele, sei lá, vai pro João, o do Aécio vai pro Zé. O outro filho da p..., f..., vai para o Marculino, nem isso conseguiram terminar, eu, o Alexandre e o Michel“, disse o senador.

Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.
ASSINE JÁ